É vedado ao médico divulgar tratamento sem comprovação científica

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Segundo o Código de Ética Médica, é vedado ao médico divulgar, fora do meio científico, processo de tratamento cujo valor ainda não esteja expressamente reconhecido por órgão competente. No entanto, mesmo não havendo comprovação científica do tratamento precoce para a Covid-19, tanto o Conselho Federal de Medicina (CFM), quanto a Associação Médica Brasileira (AMB) não se posicionaram contra o seu uso para esse fim. A Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia (ABMMD) e a A Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMP) organizaram um debate no dia 01 de setembro de 2020 com o tema *”Cloroquina: Por que não é ético divulgar o uso para a Covid-19?”.Participaram da conversa o médico de família e comunidade Aristóteles Cardona (RNMP), de Petrolina/PE, e a infectologista e diretora do Instituto Couto Maia, Ceuci Nunes (ABMMD), de Salvador/BA. O debate foi mediado e transmitido pelo “Brasil de Fato”.

https://www.facebook.com/185129231535049/videos/656638384959130/?__tn__=F